Frete grátis para todo o Brasil
Ganhe nessa compra
por: Preço Especial R$ 84,90 de R$ 99,90

Em até 3x de R$ 28,30 sem juros

Economize R$ 15,00

Confira aqui todas as formas de pagamento

Teoria dos Sentimentos Morais

Autores:
  • Páginas: 450
  • Disciplina: Filosofia e Formação Humanística
  • Edição: 2
  • Ano: 2015
  • Acabamento: Brochura
  • Lançamento: 01/01/2020

Conheça o produto

POR QUE ESCOLHER O LIVRO TEORIA DOS SENTIMENTOS MORAIS?

 

Publicado em 1759, Teoria dos sentimentos morais é, do ponto de vista filosófico, a obra-prima de Adam Smith. Os interesses especulativos do autor se concentravam na busca de uma resposta à questão De que modo o homem, como indivíduo ou espécie, chegou a ser o que é e em mostrar a condição atual do homem como o resultado de alguns fatores, poucos e simples. As duas partes de seu sistema são a teoria dos sentimentos morais e a célebre riqueza das nações. A primeira pretende reduzir a conduta moral dos homens a uma fonte única. Seu princípio fundamental é que o objeto primeiro de nossas percepções morais é representado pelas ações dos outros homens que nós julgamos segundo a nossa capacidade maior ou menor de simpatizar com elas e, em segundo lugar, que nossos juízos morais sobre nossa própria conduta são apenas aplicações dos julgamentos que já fizemos da conduta dos outros e que elevamos à categoria de deveres.

Informações Técnicas

Informações Técnicas
ID WMF0056
Price R$ 99,90
Preço R$ 84,90
Páginas 450
Edição 2
ISBN 9788578278083
Largura 14,00
Altura 21,00
Ano 2015
Acabamento Brochura
Disciplina Filosofia e Formação Humanística
Tipo TESE/DISSERTAÇÃO/MONOGRAFIA
Autores Adam Smith
Livro do dia Não
dia do cupom vinte

Sobre os Autores

Adam Smith

Adam Smith foi um economista e filósofo escocês, nascido em 1723. É considerado como aquele que mais contribuiu para a moderna percepção da economia de livre mercado. O trabalho de Smith ajudou a construir a fundação de disciplinas modernas acadêmicas de livre mercado e providenciou um dos melhores tratados intelectuais sobre capitalismo e liberalismo. Ficou mais bem conhecido pela sua teoria “deixai fluir livremente” (laissez-faire), quando se posicionou contra associações no Século XVIII na Europa. Acreditou no direito de influência livre do mercado, sem um supervisor, como o Estado ou associações. Sua teoria influenciou o começo da industrialização da Europa, e mudou muito dela em um domínio de comercio livre, provocando a emergência de empreendedores. Foi conhecido também como o pai da Economia. Após sua morte, foi descoberto que boa parte de seus rendimentos foram destinados a obras secretas de caridade. Foi descrito por seus contemporâneos como um intelectual excêntrico, porém benevolente.

Não encontrou a casadinha que deseja?

Monte sua casadinha

Avaliações

Veja o que estão falando sobre os autores

Outros títulos da mesma disciplina